Pesquisar Este Blog Clique Aqui Ó

domingo, 7 de outubro de 2012

10 melhores jogadores da história da NBA

10 - Tim Duncan

Sua personalidade contida e sem frescuras em seus jogos fizeram de sua carreira a ápice da excelência, calma sustentada.Suas realizações falam por si: dois MVPs, quatro títulos, 13 temporadas seguidas, tanto na equipe All-NBA e All-defensivo. Aos 35 anos, ele não está bem feito ainda. Mas ele já fez o suficiente para obter um leve aceno sobre Hakeem Olajuwon, Julius Erving e Oeste Jerry para o posto n º 10.

9 - Shaquille O'Neal (1992-2011)

Excelência, tranquila consistente? Isso não descreve a carreira de Shaq, que era muito mais alto e mais turbulento do que Duncan, mas também mais divertido e mais dominante. Em seu auge, ele era uma força irresistível ao redor da cesta, levando o Lakers a três títulos. Ele tem o seu quarto anel como ajudante gigante de Dwyane Wade em Miami e teve tempo suficiente para fazer 15 All-Star e Ranking de quinto maior pontuador da NBA na lista de pontuação da historia.

8 - Kobe Bryant (1996-presente)

Shaq e Kobe serão para sempre ligados, graças ao seu grande sucesso juntos no início de 2000 e sua grande animosidade desde então.Classificar a carreira de Kobe logo à frente do Shaq, Não só porque Bryant ganhou seus títulos quarto e quinto, colocando-o à frente de O'Neal,mas a diferença é o condicionamento de Kobe e profissionalismo que lhe permitiu jogar em um nível de elite diferente de 
Shaq. 

7 - Oscar Robertson (1960-1974)

Com apenas um prêmio de MVP e um campeonato, ele tem menos méritos do que os outros jogadores nesta lista. Mas você acharia difícil encontrar um melhor jogador de basquete de todos, os cerca de "O Grande " Em sua segunda temporada na NBA, ele teve médias de 30,8 pontos, 12,5 rebotes e 11,8 assistências, a única vez na história da liga alguém tem uma média de um triplo-duplo por uma temporada. Ele quase fez isso muitas vezes mais ao fazer nove All-NBA primeiras equipes. Seus 186 triple-doubles são um recorde que nunca pode ser quebrado.

6 - Wilt Chamberlain (1959-1973)

Os números dizem Wilt foi o jogador mais dominante da história da NBA, e é difícil argumentar com sete títulos de pontuação, 11 rebotes, quatro títulos de MVPs e um jogo de 100 pontos. Mas há razões e talento colossal de Chamberlain ter produzido apenas dois campeonatos, e não apenas porque Bill Russell teve companheiros de equipe melhores. Wilt, por muitas contas, faltou a ética de trabalho, habilidades de liderança e feroz vontade de vencer que caracterizam os cinco melhores jogadores desta lista. Ele tinha todos os tangíveis, mas não o suficiente dos intangíveis para ser o maior dos grandes.

5 - Larry Bird (1979-1992)

Jogador completo, com um chute de três pontos quase infalível, grande habilidades com as mãos, passes incríveis e agilidade para roubar a bola, foi o ator principal por anos da grande dinastia do Boston Celtics em seus anos dourados. É ainda visto por alguns como o melhor jogador de todos os tempos, foi protagonista de alguns dos jogos mais incríveis da NBA, lutando com garra até o último instante em todos os jogos.
Mais adiante virou técnico e executivo da NBA, também atingindo grande sucesso e fama nessa função.

4 - Kareem Abdul-Jabbar (1969-1989)

Ele jogou na NBA por duas décadas inteiras, e cada ano representou um capítulo distinto de sua carreira. Na década de 1970, ele foi o melhor jogador do campeonato, vencendo cinco dos seus seis prêmios MVP como um centro dominante nos Milwaukee Bucks. Nos anos 80, ele era uma peça fundamental no Los Angeles Lakers dinastia liderada por Magic Johnson, ganhando cinco de seus seis títulos. Por tudo isso, ele soltou o tiro mais devastador a NBA já viu, com o gancho céu para marcar muitos de seus liga-registro 38.387 pontos.

3 - Bill Russell (1956-1969)

É verdade que Russell (6) jogou com um monte de grandes jogadores, incluindo Bob Cousy (14), Bill Sharman (21) e Tommy Heinsohn (15). Mas o Boston Celtics eram medíocres antes de ele chegar, e ruim depois que ele deixou. É por isso que Russell, embora longe de ser o jogador mais talentoso ou dominante na história da NBA, foi o seu maior vencedor. Ele defendeu. Ele se recuperou. E, mais do que qualquer coisa, ele liderou. O resultado? Onze campeonatos em 13 temporadas, um feito inigualável no grande esporte americano.

2 - Magic Johnson (1979-1996)

Em sua primeira temporada, Johnson conquistou seu primeiro título e tornou-se o primeiro novato a conquistar o prêmio de Jogador Mais Valioso das Finais da NBA. Sua performance no sexto jogo da série final, onde foi improvisado em diferentes posições, é considerada uma das maiores da história da liga. "Johnson redefiniu a esfera tradicional de posição porque ele podia ser excelente em qualquer fase do jogo", afirma o seu perfil no website do Hall da Fama do Basquete.
Dentre os feitos de sua vitoriosa carreira constam três prêmios de Jogador Mais Valioso da NBA, três prêmios de Jogador Mais Valioso das Finais da NBA, nove aparições em finais da NBA, doze participações no Jogo das Estrelas, dois prêmios de Jogador Mais Valioso do Jogo das Estrelas e dez seleções para o Melhor Quinteto da NBA. Johnson liderou a liga em média de assistências seis vezes e é o jogador com a maior média de assistências por jogo da história da NBA, com 11.2. Ele foi, também, um membro do "Dream Team" que conquistou os Jogos Olímpicos de 1992.

1 - Michael Jordan (1984-2003)

É difícil exagerar o impacto Michael Jeffrey Jordan teve na NBA, o basquete e da cultura popular. Ele entretendo com suas façanhas aéreas, impressionado com seu espírito competitivo e encantando com seu carisma extraordinário. Depois de seis títulos, cinco MVPs e 10 títulos de pontuação, este é o seu basquete (e marketing) legado: Todo mundo quer ser como o Mike, mas nunca houve ninguém como ele. 
Jordan estudou na Universidade da Carolina do Norte e tornou-se jogador do Chicago Bulls e estrela da NBA em 1984. Era conhecido por sua incrível capacidade de pontuar, suas participações marcantes nos concursos de enterradas. Essas enterradas, pulando da linha do lance-livre, renderam-lhe os apelidos de Air Jordan e His Airness. Além de tudo, Jordan foi um dos melhores marcadores que o basquete já viu. Venceu seu primeiro título da NBA em 1991, e depois em 92 e 93. Antes da temporada 93-94 iniciar-se, Jordan se aposentou do basquete para jogar Baseball, mas rapidamente voltou às quadras em 1995 e liderou o Chicago Bulls a mais 3 títulos consecutivos: 1996, 1997 e 1998. Em 1999 anunciou outra aposentadoria, mas voltou em 2001, dessa vez para o o Washington Wizards, onde jogou até 2003.
Foi eleito o MVP (jogador mais valioso) da temporada por cinco vezes, MVP das finais por seis vezes, 10 vezes para o primeiro time da NBA, 9 vezes para o primeiro time defensivo da NBA. Participou de 14 jogos das estrelas e foi MVP deles em 3 oportunidades. Foi cestinha da liga em 10 temporadas, maior ladrão de bolas por 3 vezes e eleito defensor do ano em 1988. A sua pontuação máxima num único jogo foi de 69 pontos, contra os Cleveland Cavaliers no dia 28 de Março de 1990. Um dos seus recordes mais marcantes e uma das provas da sua superioridade no basquete, é a sua média de pontos durante toda a carreira: 30,1 pontos em quinze temporadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGAL NÉ? COMENTA AI VAI

comentarios