Pesquisar Este Blog Clique Aqui Ó

domingo, 25 de março de 2012

Caixa de Pandora



A Caixa de Pandora é um artefato da mitologia grega, tirada do mito da criação de Pandora, que foi a primeira mulher criada por Zeus. A 
"caixa" era na verdade um grande jarro dado a Pandora, 
que continha todos os males do mundo.
Quando Pandora abriu o frasco, todo o seu conteúdo, 
exceto um item, foi liberado para o mundo. 
  O item remanescente foi a esperança.
Hoje em dia, abrir uma "caixa de Pandora
significa criar um mal que não pode ser desfeito.


Interpretação

É na Ilíada que, no verso 527 e seguintes, 
se utiliza este termo: na casa de Zeus havia duas jarras, 
uma contendo os bens, outra contendo os males.
 A Teogonia de Hesíodo não o evoca, 
anunciando apenas que sem mulher, 
a vida do homem é impraticável, 
e com mulher ainda mais impraticável é. 
Hesíodo classifica Pandora como « mal belo » 
(em grego antigoκαλὸν κακὸν kalòn kakòn).
Para o nome «Pandora» há vários significados: 
panta dôra, (que tem todos os dons) 
ou pantôn dôra (que tem dons de todos os deuses).
A razão para a permanência da Esperança 
entre os males precisa de melhor tradução do texto grego.
 O termo preciso é em grego antigo ἐλπίς elpís
definível como a espera de algo ; 
traduz-se muitas vezes por esperança. 
Uma tradução alternativa será "expectativa".
Pandora abre a caixa dada a ela por Zeus, assim 
libertando todos os males do mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGAL NÉ? COMENTA AI VAI

comentarios