Pesquisar Este Blog Clique Aqui Ó

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Armas Do Futuro

Ehh, Infelizmente nos podemos constatar que gastam-se mais dinheiro em tecnologia de destruição e morte do que para curar ou dar vida

ASAT: Anti-satellite:


Se você pensa que o maior objectivo da NASA é a pesquisa de vida extraterrestre no espaço ou estudo dos planetas, está muito enganado(a).
O principal objectivo da NASA é militar, o governo canaliza milhões de dólares para a NASA, quem é que coloca os satélites no espaço? Será o Pentágono?
É a NASA.
os EUA estão a desenvolver satelites equipados com laser que podem danificar ou simplesmente sabotar satélites "inimigos" sejam militares ou de telecomunicações, para prejudicar seriamente
o país "inimigo".

PHaSR:


O capitão Drew F. Goettler , do laboratório de pesquisa da Força Aérea americana, sobre armas de energia direccionada, testando a PHaSR
Personnel Halting and Stimulation Response ) ao que parece ( segundo dizem eles) o laser cega temporariamente o agressor...
Este protótipo foi construido na base militar de Kirtland, N.M. e Testada no Non-lethal weapons directorate em Quantico.


ATL ( Advanced Tactical Laser ):


Um raio laser silencioso e invisível é a nova arma dos EUA que atinge os seus alvos com um forte calor a uma distância de até 20 km.
O Advanced Tactical Laser (ATL) pode disparar a uma distância suficiente para que a aeronave ( Hércules, de transporte militar) não seja sequer avistada, principalmente durante a noite.
O laser foi testado com sucesso poucos meses atrás e possui um nível de precisão sem precedentes, tendo a capacidade para atingir os pneus de um carro para detê-lo ,por exemplo..
O ATL de 5,5 toneladas combina moléculas de cloro e peróxido de hidrogénio para libertar energia, que é usada alternadamente para estimular o iodo a libertar a intensa luz infravermelha.
A nova arma traz a possibilidade de “negação plausível” em qualquer situação em que possa ser utilizado. Como não há comparações, seria difícil de discernir se os danos a uma pessoa ou veículo foram resultados de um raio laser. Juntando a isso o grande alcance da arma os EUA poderiam realizar uma missão e ainda assim negar o seu papel no mesmo, segundo porta-vozes oficiais.
Uma segunda versão, ainda maior, da arma já está próxima dos seus primeiros testes. Um laser aéreo muito maior terá o propósito de defesa contra mísseis e será carregado em um Boeing 747

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEGAL NÉ? COMENTA AI VAI

comentarios